Arquivo da categoria: Uncategorized

LIVE: ESTUDO DO APOCALIPSE

LIVE: 19/12/2020 – 08:30 HS

Estudo do Apocalipse a Luz da Doutrina Espírita

Tema: Sete anjos e sete pragas

Carlos Alberto e Júlio César discorrem sobre temas importantes, a partir do livro Apocalipse 15:5-6.

Resumo: o primeiro Adão – alma vivente – até o nascimento de Nosso Senhor Jesus Cristo – o segundo Adão, “espírito vivificante” – deve ser tomado, sem nenhuma dúvida como início da ÉRA ADÂMICA ou do homem pecador (prova e expiação), o ano de 4000 antes de Cristo ou suas proximidades, isto é, 15 anos para mais ou 15 anos para menos. Isto posto, diremos que, de acordo com a Bíblia, também à era adâmica está reservada a duração de uma semana, cujo desenrolar, conforme à História e às profecias, se vem iniludivelmente processando e se processará rigorosamente dentro da fórmula geral. OS SETE ANJOS. São os componentes da misericórdia divina dentro de um plano operacional consciente e racional. Eles representam os elementos de fundamentação da bondade de Deus no amor, mas que trazem uma linha de trabalho que exige um sacrifício. Mas nós temos uma noção totalmente distorcida dos anjos. Nós ainda os vemos com asinhas e nos protegendo, numa noção muito religiosa ainda. QUE TINHAM AS SETE PRAGAS. As sete pragas representam um respaldo do nosso destino para saneamento, na posição de uma nova vida. São elas que determinam a natureza e o plano qualitativo dos débitos perpetrados. Elas são a identificação das necessidades em função do passado expressado pelos condicionamentos que configuram a esteira dos hábitos. A praga que o anjo traz é reeducativa, é a luta para recompor. A praga é elaboração nossa e não de Deus, que aproveita a praga com a sua sabedoria e misericórdia. Elas determinam a natureza e o plano qualitativo dos débitos perpetrados para a recomposição do destino.

📚 📲 Acesse Playlist com estudos anteriores 👇 https://www.youtube.com/watch?v=uP2kv…

LIVE: PÚBLIO LENTULUS E AS LEMBRANÇAS DE JESUS

Live: 18/12/2020 – 17:00 hs

Estudo Chico Live Xavier Expositor: Carlos A Braga Costa Resumo para hoje: A Família Lentulus em Pompéia, último episódio do romance Há 2000 anos. Corria o ano 78 DC, e vamos nos deparar com o envelhecido senador Públio Lentulus, sua filha Flavia, ambos cegos, ao lado de Ana realizando um Culto no Lar. Ambos reunidos em torno das lembranças que traziam da passagem de Jesus em suas vidas. Diálogo marcante e consolador protagonizado pelo ambiente espiritualizante favorecido pelo Evangelho do Cristo.

Carlos Alberto B Costa faz leitura comentada do trecho em referência, dando um revestimento esclarecedor e de muita sensibilidade.

Playlist Chico Live Xavier:

https://youtube.com/playlist?list=PLF…

LIVE: KARDEC E TOMÁS DE AQUINO

LIVE: 17/12/2020 – 19:30 hs

LIVE: ESTUDO DO APOCALIPSE – AS NAÇÕES SE PROSTRARÃO

Live: 12/12/2020 – 08:30 hs

LIVE: A FAMÍLIA LENTULUS EM POMPEIA

LIVE: 11/12/2020 – 17:00 hs

LIVE: É POSSÍVEL SER LIVRE?

LIVE: 10/12/2020 – 19:30 hs

LIVE: TODAS AS COISAS ME SÃO LÍCITAS, MAS…

LIVE: 09/12/2020 – 19:30 hs

RESPOSTA UMA PERGUNTA SOBRE O ESPIRITISMO RELIGIOSO

Resposta a uma Pergunta sobre o Espiritismo Religioso

Um residente de Bordeaux, a quem não temos a honra de conhecer, manda-nos a pergunta que se segue, que julgamos preferível responder pela Revista, para instrução de todos:

“Li numa de vossas obras: ‘O Espiritismo não se dirige àqueles que têm uma fé religiosa qualquer, com o fito de desviá-los, e aos quais essa fé basta à sua razão e à sua consciência, mas à numerosa categoria dos incertos e dos incrédulos, etc.’

“Ora, por que não? Não deveria o Espiritismo, que é a verdade, dirigir-se a todo mundo? a todos os que estão no erro? Ora, os que creem numa religião qualquer, protestante, judaica, católica ou qualquer outra, não estão no erro? Sem dúvida, porque as diversas religiões professadas hoje dão como verdades incontestáveis e nos obrigam a crer em coisas completamente falsas ou, pelo menos, em coisas que podem vir de fontes verdadeiras, mas inteiramente mal interpretadas.

Continuar lendo

LIVE: A FIGUEIRA QUE NÃO DAVA FRUTOS

LIVE: 08/12/2020 – 19:30 HS

SUICÍDIO DE UM ATEU

SUICÍDIO DE UM ATEU

O Sr. J. B. D…, evocado a pedido de um de seus parentes, era um homem instruído, mas até o último grau imbuído de ideias materialistas. Não acreditava na alma nem em Deus. Afogou-se voluntariamente há dois anos.

1. (Evocação). ─ Sofro! Sou um condenado.

2. ─ Pediram-nos que vos chamasse da parte de um dos vossos parentes, que deseja conhecer a vossa sorte. Podeis dizer se esta evocação é agradável ou penosa? ─ Penosa.

3. ─ Vossa morte foi voluntária? ─ Sim. Observação: O Espírito escreve com extrema dificuldade. A letra é grande, irregular, convulsa e quase ilegível. De início denota cólera, quebra o lápis e rasga o papel.

4. ─ Tende calma. Rogaremos por vós a Deus. ─ Sou forçado a crer em Deus.

Continuar lendo