A MULHER CURVADA

— A MULHER CURVADA —

19. Jesus ensinava numa sinagoga todos os dias de sábado.

Um dia, viu ali uma mulher possuída de um espírito que a mantinha doente há dezoito anos; ela estava tão curvada, que não podia olhar para cima. Vendo-a, Jesus a chamou e disse: “Mulher, estás livre da tua enfermidade.” Ao mesmo tempo lhe impôs as mãos; e ela imediatamente se endireitou, e disso rendeu graças a Deus.

Mas o chefe da sinagoga, indignado por Jesus haver feito uma cura no sábado, disse ao povo: “Existem seis dias destinados para trabalhar; vinde nesses dias para serdes curados e não nos dias de sábado.”

O Senhor, tomando a palavra, lhe disse: “Hipócritas, qual de vós não solta o seu boi ou o seu jumento da carga no sábado e não o leva para beber? Por que então não se deveria libertar, em um dia de sábado, dos laços que a prendiam, esta filha de Abraão que Satanás havia mantido assim presa durante dezoito anos?”

Com essas palavras, todos os seus adversários ficaram confusos, e todo o povo ficou encantado ao vê-lo praticar tantas ações gloriosas.

(Lucas, XIII: 10 a 17.)

20. Este fato prova que naquela época a maior parte das enfermidades era atribuída ao demônio, e que se confundia, como atualmente, os doentes com os possessos, mas em sentido inverso, isto é, hoje os que não acreditam nos maus espíritos confundem as obsessões com as doenças patológicas.

Fonte: A Gênese – Capítulo XV – itens 19 e 20 – Allan Kardec

INSCREVA-SE no Gênese Canal Youtube

Dê um like no vídeo

e ajude a COMPARTILHAR

https://www.youtube.com/c/Gênesewebcanalespírita

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.