O CEGO DE BETSAIDA

O CEGO DE BETSAIDA

12. Tendo chegado a Betsaida, trouxeram-lhe um cego e pediram que o tocasse.

 Tomando o cego pela mão, Jesus o levou para fora da vila, passou saliva nos seus olhos e, após impor-lhe as mãos, perguntou se via alguma coisa.

O homem, olhando, disse:

“Vejo homens andando que me parecem árvores.” Jesus colocou

de novo as mãos sobre os seus olhos e ele começou a ver

melhor, enfim, ficou tão perfeitamente curado que via distintamente todas as coisas.

Jesus em seguida o mandou para casa, e lhe disse: “Vai para a tua casa; se entrares na vila, não digas a ninguém o que te aconteceu.”

(Marcos, VIII: 22 a 26.)

13. Aqui, o efeito magnético é evidente.

A cura não foi instantânea, mas gradual e fruto de uma ação firme e reiterada, se bem que mais rápida do que na magnetização comum.

A primeira sensação desse homem foi exatamente a que experimentam os cegos ao recobrarem a visão; por um efeito de óptica, os objeto lhes parecem de um tamanho desmedido.

A Gênese – XV – Itens 12 e 13 – Allan Kardec

INSCREVA-SE no Gênese Canal Youtube

Dê um like no vídeo

e ajude a COMPARTILHAR

https://www.youtube.com/c/Gênesewebcanalespírita

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.