FATOS ESPÍRITAS

 

APARIÇÕES DE MÃOS, LUMINOSAS POR SI MESMAS, OU VISÍVEIS A LUZ ORDINÁRIA

images.jpg

 

 

 

William Crookes

 

 

 

Sentem-se muitas vezes contatos de mãos durante as sessões às escuras, ou em condições em que não é possível vê-Ias. Raramente tenho visto essas mãos.

Não darei aqui exemplos em que os fenômenos são produzidos na escuridão, escolherei porém alguns dos casos numerosos em que vi essas mãos em plena luz.

 

Pequena mão de muito bela forma elevou-se de uma mesa da sala de jantar e deu-me uma flor; apareceu e depois desapareceu três vezes, o que me convenceu de que essa aparição era tão real quanto a mia  própria mão.

Isto se passou à luz, em minha própria sala, estando os pés e as mãos do médium seguros por mim, durante esses tempo.

Em outra ocasião, uma pequena mão e um pequeno braço, iguais aos de uma criança, apareceram agitando-se sobre uma senhora que estava sentada perto de mim.

Depois, a aparição veio a mim, bateu-me no braço, e puxou várias vezes o meu paletó.

Outra vez, um indicador e um polegar foram vistos arrancando as pétalas de uma flor que estava na botoeira do Senhor Home, e depositou- as diante de várias pessoas, sentadas perto dele.

Várias vezes, eu mesmo e outras pessoas observamos mão estranha comprimindo as teclas de uma harmônica, ao passo que, no mesmo momento, víamos as mãos do médium, que algumas vezes eram seguras pelas pessoas que se achavam perto dele. As mãos e os dedos não me pareceram sempre sólidos e de pessoa viva.

Algumas vezes, é preciso dizer, ofereciam antes a aparência de nuvem vaporosa, condensada em Peste, sob a forma de mão.

Todos os que se achavam presentes não a percebiam igualmente bem. Por exemplo, quando se vê mover uma flor ou qualquer outro pequeno objeto, um dos assistentes notará um vapor luminoso pairar em cima; um outro descobrirá uma mão de aparência nebulosa, enquanto outro apenas verão a flor em movimento.

Vi mais de uma vez, primeiro, um objeto mover-se, depois uma nuvem luminosa que parecia formar-se ao redor dele, e, enfim, a nuvem condensar-se, tomar forma e transformar-se em mão, perfeitamente acabada. Nesse momento, todas as pessoas presentes podiam ver essa mão. Nem sempre ela é uma simples forma, pois algumas vezes parece perfeitamente animada e graciosa: os dedos movem-se e a carne parece ser tão humana quanto à de qualquer das pessoas presentes.

No punho e nos braços torna-se vaporosa e perde-se em uma nuvem luminosa.

 

Ao contato, essas mãos parecem algumas vezes frias como o gelo, e mortas; outras vezes me pareceram quentes e vivas, e apertaram  a minha mão com a firmeza de um velho amigo.

Retive uma dessas mãos, bem resolvido a não deixá-la escapar. Nenhuma tentativa, nenhum esforço foi feito para fazer-me largar a presa, mas pouco a pouco essa mão pareceu dissolver-se em vapor, e foi assim que ela se libertou da prisão.

Texto extraído do Livro: “Fatos Espíritas” – William Crookes

“fatos Espíritas observados rigorosamente à luz da ciência por William Crookes, (…)que, estudando o Espiritismo para saber de que lado se achava a verdade, se com os espiritualistas ou com os materialistas, não temeu, achando-a com os primeiros, tornar públicas as suas conclusões…(…)”

 

INSCREVA-SE no Gênese Canal Youtube

banner4

Dê um like no vídeo

e ajude a COMPARTILHAR

https://www.youtube.com/c/Gênesewebcanalespírita

#CompartilhesooBem

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.