CASAMENTO

Casamentoconjuge

 

 

Léon Denis

Para um Casamento

 

 Abençoa esta união, Senhor; torna-a feliz e fecunda e que dela resulte uma linhagem de seres que sejam, em nossa época pervertida e perturbada, exemplos de sabedoria e de virtude.

O amor é um raio divino que envolve todos os seres.

 Por toda parte onde penetra ele ilumina a vida e traça para as almas o caminho das celestes moradas.

O amor conjugal é um reflexo do Alto, porque é dele que provém a família, princípio de toda a civilização.

 Com efeito, sem a família humana o homem não teria podido sair do estado de barbárie.

Foi para abrigar sua mulher e seus filhos que ele construiu cabanas, tendas e, afinal, vilas. Foi para defendê-los que ele criou a cidade e da cidade nasceu a idéia da pátria, depois a noção da humanidade.

Foi para assegurar seu bem-estar que ele dominou a matéria e conquistou o mundo.

A família humana é, por si mesma, apenas um diminutivo da família espiritual, que é mais ampla e mais numerosa e cujos membros se sucedem ou se assistem alternadamente, através de suas existências; uns encarnam na Terra para enfrentar as lutas e as provas da vida, para perpetuar a espécie; outros ficam no espaço, para proteger e sustentar os primeiros.

É para tornar a união humana mais estreita e mais profunda que Deus criou o homem e a mulher.

O Espírito que os anima é da mesma natureza, mas a forma é diferente; ao homem foram dadas as forças, os grandes pensamentos, que o ajudam a aplainar o caminho; para a mulher, as doces virtudes, que fazem o encanto do lar.

 Hoje, vocês vão se unir perante Deus; esta união é sagrada e vocês devem cumpri-ia com um coração puro e recolhido.

Com este grande ato, vocês asseguram o futuro, atraindo almas já conhecidas e que desejam recomeçar, com a ajuda de vocês, a peregrinação terrena.

Para essas almas, transformadas em crianças, vocês devem a doce proteção familiar, o lar digno e respeitado.

Deus quer que vocês sejam unidos pelo coração e pelo espírito, a fim de que só tenham um único e mesmo pensamento.

Partilhem, em comum, seus sofrimentos e suas alegrias, seus risos e suas lágrimas; apóiem-se um no outro, para percorrer o caminho difícil da existência. Sua confiança e sua ternura mútuas haverão de consolá-los nas provas e preocupações.

 O homem não deve ocultar nenhum recôndito de sua alma para sua esposa, nem ela a seu marido. É, pois, necessário que o casamento seja o ato mais grave da vida de vocês.

Que Deus os proteja e os sustente, a fim de manter um lar puro e santo.

 

Livro: “ Síntese Doutrinária e Prática do Espiritismo ” – Por Léon Denis – Capítulo IX – Preces e Evocações

Inscreva-se em nosso Canal no YouTube:

banner4Gênese Web

Compartilhe

https://www.youtube.com/channel/UCti5pKubyP2FCYBPOsxAeGw

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Saiba como seus dados em comentários são processados.