A Alma

 

A Sede da Almaalma

Allan Kardec

  1. Qual a sede da alma?

– A alma não se acha localizada num determinado ponto do corpo, como geralmente se pensa: ela forma com o perispírito um conjunto fluídico penetrável e se assimila a todo o corpo, com o qual constitui um ser complexo. Assim, a morte não passa de um desdobramento. Poderíamos comparar a criatura a dois corpos semelhantes na forma, interpenetrados um no outro durante a vida, mas separados depois da morte.

Por ocasião da morte um é destruído, enquanto que o outro subsiste. Durante a vida a alma atua mais particularmente sobre os órgãos do pensamento e do sentimento: é, ao mesmo tempo, interna e exterior, isto é, irradia de dentro para fora. Pode até isolar-se do corpo, transportar-se para longe e manifestar a sua presença. Provam-no as observações e os fenômenos do sonambulismo.

  1. A alma é criada ao mesmo tempo que o corpo ou lhe é anterior?

– Depois da existência da alma esta constitui uma das mais importantes questões, por isso que de sua solução decorrem conseqüências de alta significação. É a única capaz de explicar um grande número de problemas até aqui insolúveis, por não o haverem analisado.

Uma de duas: ou existia a alma antes da formação do corpo, ou não existia. Não há meio termo.

Com a preexistência da alma tudo é explicado natural e logicamente. Sem a sua preexistência surgem dificuldades a cada passo: certos dogmas da Igreja ficam sem justificação. Isto tem conduzido à incredulidade muitos homens que pensam.

A questão foi resolvida afirmativamente pelos Espíritos; e os fatos, bem como a lógica, nenhuma dúvida deixam a respeito da preexistência. Admitida esta, ao menos como hipótese, a maior parte das dificuldades serão aplainadas.

  1. Se a alma existisse antes da formação do corpo, tinha individualidade e consciência de si mesma?

– A não individualidade e a não consciência equivaleriam à não existência.

  1. Antes de unir-se ao corpo a alma já havia realizado algum progresso ou se encontrava estacionária?

– O progresso anterior da alma tanto é demonstrado pela observação dos fatos quanto pelo ensino dos Espíritos.

  1. Criou Deus as almas moral e intelectualmente iguais ou teria feito umas mais inteligentes e perfeitas do que outras?

– Se Deus as houvesse feito umas mais perfeitas do que as outras, tal preferência seria inconciliável com a sua justiça.

Todas são criaturas suas. Por que, então, isentaria estas do trabalho que àquelas impõe, a fim de alcançarem a felicidade eterna? A desigualdade original das almas seria a negação da justiça divina.

  1. Se criadas iguais, como explicar a diversidade de aptidões das almas e as naturais predisposições que notamos entre os homens?

– Tal diversidade é resultante do progresso realizado pela alma antes de sua união com o corpo. As almas mais evoluídas em inteligência e em moralidade são as que viveram mais e progrediram antes da presente encarnação.

  1. Qual o estado da alma originalmente?

– Elas são criadas simples e ignorantes, isto é, sem ciência e sem noção do bem e do mal, mas com igual aptidão para tudo. Inicialmente encontram-se numa espécie de infância, sem vontade própria e sem a perfeita consciência de sua existência. Pouco a pouco se vai desenvolvendo o seu livre-arbítrio, ao mesmo passo que as suas idéias.20

  1. Esse progresso anterior foi feito como alma propriamente dita ou em precedente existência corpórea?

– O ensino dado pelos Espíritos a esse respeito, bem como o estudo dos diversos graus de adiantamento do homem na Terra, provam que esse progresso anterior da alma deve ter sido realizado em diversas existências corpóreas, em número variável conforme o grau atingido. E a prova está na observação dos mesmos fatos que se acham, a cada passo, sob os nossos olhos.

Livro: “O Principiante Espírita” – Por Allan Kardec – Parte 02- itens 108 à 115

(Introdução ao conhecimento do mundo invisível pelas manifestações espíritas; Resumo da Doutrina Espírita; Respostas às principais objeções).

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.