Uniões Infelizes

AS PESSOAS QUE OPTARAM PELAS UNIÕES INFELIZES POR INTERESSE CALCULADO OU VAIDADEpaixões

Se houve época em que os casamentos representavam arranjos de interesses dos pais, que disponham a seu bel prazer da felicidade dos filhos e filhas, hoje em dia esse quadro mudou, porque os próprios filhos e filhas têm exercido o direito de escolha do cônjuge muitas vezes com a maior irresponsabilidade, visando simplesmente viver uma aventura, já de antemão se preparando para eventual  separação, quando esgotar-se o interesse, sobretudo, no exercício da sexualidade pura e simples.

Pouco, na verdade, se tem pensado na afinidade espiritual, porque, sem a autorreforma moral, procura-se a mera satisfação do egoísmo, onde cada um pensa em si e não se importa com a felicidade ou infelicidade alheias.

Não têm acontecido muitos casamentos em que prevalecem o interesse calculado ou a vaidade, os quais deveriam ocorrer em grande quantidade na época de Kardec, mas sim aqueles a que nos referimos linhas acima, uma vez que, após milênios de vivência, sobretudo, pelas mulheres, de uma desigualdade desumana, agora muitas querem usufruir de total liberdade, partindo para o extremo oposto, comprometendo-se eticamente através do exercício da sexualidade sem o necessário controle ético.

Todavia, como todo extremo tende a fazer o pêndulo do equilíbrio voltar para o extremo oposto, depois da vivência da extrema permissividade, deverá passar a imperar a Ética, inclusive na área da sexualidade. Nessa época, que se avizinha, os casamentos se realizarão com base na afinidade espiritual, única forma de perdurarem, com a realização da felicidade verdadeira dos cônjuges, cuja conduta será pautada pela prática das virtudes.  Estaremos, então, em plena era da regeneração e seremos felizes.

(Livro: Causas Atuais das Aflições e sua Solução – O Aprendiz do Evangelho – Capítulo 01 – Item 1.9 – Por: Luiz Guilherme Marques)

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.