OS CEGOS DE ESPÍRITO

cegueira-espiritualÉ preciso que se tenha conquistado uma caridade quase ilimitada, para suportar com tranqüilidade o ataque desleal, injusto e sistemático que contra o Espiritismo movem os sacerdotes de Roma e do Protestantismo. E preciso que se tenha pleno conhecimento dos preceitos cristãos que nos aproximam de Jesus: caridade para com aqueles que nos caluniam e injuriam; é preciso que se conheçam os mandamentos: “Ama aos teus inimigos; faze o bem aos que te odeiam; bendize aos que te maldizem; ora pelos que te perseguem. e caluniam, para que sejas filho do nosso Pai que está nos Céus que faz levantar o seu Sol sobre os bons e maus e faz descer as suas chuvas sobre os justos e os injustos”.

De fato, é de admirar que haja criaturas humanas, dotadas de inteligência, que repudiem uma moral, uma filosofia tão pura como do Espiritismo!

Parece inacreditável que pessoas de grande responsabilidade perante Deus, em vez de se dedicarem ao estuda dessa admirável Doutrina, que vem ressuscitar o puro Cristianismo, empreguem toda a sua vida a difamá-la, a negá-la, a caluniá-la, como tem acontecido até aqui!

Essas mesmas pessoas, quando nada mais têm que dizer contra a sublime filosofia que proclama, como nenhuma outra, o Amor do Pai Celestial, com a mesma malevolência que a agridem, perguntam: “Que descoberta nos trouxe o Espiritismo, que novidade nos ensina ele, qual dos mistérios insondáveis foi por ele resolvido?”

Ainda mesmo que os Ensinos dos Espíritos não tivessem resolvido: a habitabilidade de outros planetas; a diversidade de raças e condições, pela pluralidade das existências corpóreas; os fenômenos psíquicos, pela ação dos Espíritos encarnados e desencarnados, só este problema da “alma dos animais”, que ele veio resolver, que nenhuma ciência, nenhuma religião nem sequer tentou estudar, só este seria o bastante para distingui-lo como uma Revelação Divina, que marca uma nova fase de progresso para o nosso planeta!

Infelizmente, os que têm olhos não vêem, os que tem ouvidos não ouvem. Melhor seria que nascessem cegos e surdos, pois assim é possível que em momentos de clarividência e clariaudição compreendessem a Palavra de Vida Eterna!

Livro:

A Gênese da Alma – Por: Cairbar Schutel – Capítulo V

“O Transformismo e a Evolução Anímica”

 

“ Fé inabalável é aquela que pode encarar a razão face a face”

Allan Kardec

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.