AS VÍTIMAS DO PRÓPRIO ORGULHO

Ensaio-sobre-o-homem-e-a-natureza-do-orgulho-1-830x450O orgulho nos faz pensar que somos superiores às demais pessoas e nos leva a desprezá-las. Na verdade, sendo realmente mais qualificados moral ou intelectualmente que alguns irmãos e irmãs em humanidade, a humildade, virtude oposta ao orgulho, nos induz a tratá-las com a consideração recomendada pela Lei do Amor Universal. Se se justificasse o  contrário, Jesus, Espírito superior a qualquer outro que passou pela Terra, teria motivos de sobra para menoscabar a todos nós, sendo que fez exatamente o contrário, pois foi e é o mais humilde de todos, pois ensinou que: “O maior é justamente o que mais e melhor Ama a todos.”

Não se justifica, de forma alguma o orgulho, que representa uma das formas de primitivismo moral e, para dizer a verdade, igualmente intelectual, pois o conhecimento das Leis Divinas em profundidade induz às virtudes e à superação dos defeitos morais.

A pessoa orgulhosa cria dificuldades para si e para as demais, pois está constantemente em choque com as outras  por pretender lhes impor seus pontos de vista e assumir o comando sobre elas, ao invés de simplesmente cumprir suas tarefas e delas prestar contas à Justiça Divina. Napoleão Bonaparte estava programado para uma importante missão na área política, o que facilitaria a implantação da Doutrina Espírita na Terra, mas, por se deixar dominar pelo orgulho,  que ainda lhe caracterizava a personalidade, enveredou pelo autoritarismo e provocou guerras injustificáveis, perdendo a encarnação, somente não prejudicando mais a paz mundial porque foi neutralizado pelos Espíritos Superiores, que lhe determinaram tristes dias de reflexão para um final de vida na prisão. Assim acontece quando nos desviamos muito dos caminhos do Bem, provocando a Lei de Causa e Efeito contra nós e sofrendo os resultados das indevidas ingerências na  vida alheia.

Devido ao orgulho infeliz, quanta gente se perde!

(Extraído do Livro: AS CAUSAS ATUAIS DAS AFLIÇÕES E SUA SOLUÇÃO (Um aprendiz do Evangelho)/2.012- Por: Luis Guilherme Marques).

***

(Revista Espírita/ maio de 1858 – O orgulho – Dissertação moral ditada por São Luis à Srta. Hermance Dufaux):

 

Um homem soberbo possuía algumas jeiras de boa terra. Sentia-se orgulhoso das pesadas espigas que cobriam o seu campo e lançava o olhar desdenhoso sobre o campo estéril do humilde. Esse levantava-se ao cantar do galo e ficava o dia todo curvado sobre o solo ingrato; recolhia pacientemente os seixos e ia atirá-los à beira do caminho; revolvia profundamente a terra e arrancava com dificuldade os espinheiros que a cobriam. Ora, seu suor fecundou o campo e ele colheu o melhor trigo.
Entretanto, o joio crescia no campo do homem soberbo e abafava o trigo, enquanto o dono se vangloriava de sua fecundidade e olhava com piedade os esforços silenciosos do humilde.

Em verdade vos digo que o orgulho é semelhante ao joio que afoga o bom grão. Aquele dentre vós que se julga mais que seu irmão e que se vangloria, é insensato. Sábio é o que trabalha por si mesmo, como o humilde em seu campo, sem se envaidecer de sua obra.

 

II

Havia um homem rico e poderoso que desfrutava o favor do príncipe. Morava em palácios e numerosos servos esforçavam-se por adivinhar-lhe os desejos.

Um dia em que suas matilhas acuavam um cervo nas profundezas da floresta, ele avistou um pobre lenhador vergando ao peso de um feixe de lenha. Chamou-o e lhe disse:

─ Vil escravo! Por que passas pelo caminho sem te inclinares perante mim? Sou igual ao Senhor: nos conselhos minha voz decide a paz e a guerra, e os grandes do reino curvam-se em minha presença. Saiba que sou sábio entre os sábios, poderoso entre os poderosos, grande entre os grandes e minha elevação é obra de minhas mãos.

─ “Senhor! ─ respondeu o pobre homem ─ temi que minha saudação humilde vos fosse uma ofensa. Sou pobre e o único bem que possuo são os meus braços, mas não desejo vossas grandezas enganosas. Durmo o meu sono e não temo, como vós, que o prazer do senhor me faça cair em minha obscuridade.

Ora, o príncipe entediou-se do orgulho da soberba. Os grandes humilhados ergueram-se contra ele, que foi precipitado do pináculo de seu poder, como uma folha seca que o vento varre do cume da montanha. Mas o humilde continuou pacificamente seu rude trabalho, sem preocupação pelo dia seguinte.

 

III

 

Soberbo, humilha-te, porque a mão do Senhor curvará o teu orgulho até a poeira!

Escuta! Nasceste onde te lançou a sorte; saíste do seio materno fraco e nu como o último dos homens. Por que levantas a fronte mais alto que os teus semelhantes, tu que como eles nasceste para a dor para a morte?

Escuta! Tuas riquezas e tuas grandezas, vaidades das vaidades, escaparão de tuas mãos quando vier o grande dia, como as águas inconstantes da torrente que o sol evapora. Não levarás de tuas riquezas mais que as tábuas do esquife, e os títulos gravados na lápide funerária serão palavras vazias de sentido.

Escuta! O cão do coveiro brincará com os teus ossos, e eles serão misturados

aos do mendigo; a tua poeira confundir-se-á com a dele, porque um dia vós ambos sereis apenas pó. Então amaldiçoarás os dons que recebeste, quando vires o mendigo revestido de sua glória, e chorarás o teu orgulho.

Humilha-te, soberbo, porque a mão do Senhor curvará o teu orgulho até o pó.

 

* * *

  • ─ Por que São Luís nos fala em parábolas?
  • ─ Parece que hoje a lição nos deve ser dada de maneira mais direta, sem termos que recorrer à alegoria.

─ O Espírito humano gosta do mistério. A lição se grava melhor no coração quando nós a procuramos.

─ Encontrá-la-eis no desenvolvimento. Desejo ser lido, e a moral necessita de um disfarce sob a atração do prazer.

Anúncios

Deixe um comentário

Faça o login usando um destes métodos para comentar:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

This site uses Akismet to reduce spam. Learn how your comment data is processed.